Total de visualizações de página

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Reflexões espíritas

“Qualquer um pode contar as sementes em uma maçã, mas só Deus pode contar o número de maçãs em uma semente.” Robert H. Schuller
***
Da nossa essência só nós sabemos quando a fé, banhada pelo raciocínio é a luz á nos guiar pelos caminhos da imortalidade.

A Doutrina Espírita leva-nos naturalmente á uma revolução dos sentidos, no campo das percepções, do entendimento, do conhecimento e dos sentimentos.

Conhecer as idéias Divinas inscritas em nossa consciência quais tábuas das Leis Divinas e Naturais.

Perceber a Onisciência, a Onipresença do Pai em toda sua Obra, no leque de opções existenciais contidas na infinitude do Universo.

Recriar nossos sentimentos nos passos da evolução, emoldurados nas páginas do tempo.
Repaginar nosso ser no seio das reencarnações...

Dar um banho de luz em nossos sentimentos, apagando as sombras do avesso.

A Doutrina Espírita consola pelas soluções que apresenta á todos indistintamente, abrindo portas e janelas de renovação de valores, tendências e talentos, na somatização da luz que se adquire.

Decididamente não há infernos, pecados ou condenações. No prisma das Leis de Causas e Efeitos, as conseqüências são provas, experiências e expiações.
***
Há Doutrina tu és a luz
Que me ensina um novo modo de ser
De ser o que cria, recria e aprimora
De ser o que busca, encontra e distribui
Em sendo estudante sou a compreensão
Por que sou errante meu reflexo é o perdão
Enquanto ignorante a afinidade é provação
Amar á mim e ao próximo é a essência da renovação
Renascer de novo até que encontre a redenção
Eis o que a Doutrina Espírita me incute nos refolhos do coração!
***
Ademário da Silva.