Total de visualizações de página

terça-feira, 31 de agosto de 2010

LÉON DENIS

Querer é poder! O poder da vontade é ilimitado. O homem, consciente de si mesmo, de seus recursos latentes, sente crescerem suas forças na razão dos esforços. Sabe que tudo o que de bem e bom desejar há de, mais cedo ou mais tarde, realizar-se inevitavelmente, ou na atualidade ou na série das suas existências, quando seu pensamento se puser de acordo com a Lei divina. E é nisso que se verifica a palavra celeste: “A fé transporta montanhas.”





Não é consolador e belo poder dizer: “Sou uma inteligência e uma vontade livres; a mim mesmo me fiz, inconscientemente, através das idades; edifiquei lentamente minha individualidade e liberdade e agora conheço a grandeza e a força que há em mim. Amparar-me-ei nelas; não deixarei que uma simples dúvida as empane por um instante sequer e, fazendo uso delas com o auxílio de Deus e de meus irmãos do espaço, elevar-me-ei acima de todas as dificuldades; vencerei o mal em mim; desapegar-me- ei de tudo o que me acorrenta às coisas grosseiras para levantar o vôo para os mundos felizes!”





Vejo claramente o caminho que se desenrola e que tenho de percorrer. Esse caminho atravessa a extensão ilimitada e não tem fim; mas, para guiar-me na estrada infinita, tenho um guia seguro – a compreensão da lei de vida, progresso e amor que rege todas as coisas; aprendi a conhecer-me, a crer em mim e em Deus. Possuo, pois, a chave de toda elevação e, na vida imensa que tenho diante de mim, conservar-me-ei firme, inabalável na vontade de enobrecer-me e elevar-me, cada vez mais; atrairei, com o auxílio de minha inteligência, que é filha de Deus, todas as riquezas morais e participarei de todas as maravilhas do Cosmo.





Minha vontade chama-me: “Para frente, sempre para frente, cada vez mais conhecimento, mais vida, vida divina!” E com ela conquistarei a plenitude da existência, construirei para mim uma personalidade melhor, mais radiosa e amante. Saí para sempre do estado inferior do ser ignorante, inconsciente de seu valor e poder; afirmo-me na independência e dignidade de minha consciência e estendo a mão a todos os meus irmãos, dizendo- lhes:





Despertai de vosso pesado sono; rasgai o véu material que vos envolve, aprendei a conhecer-vos, a conhecer as potências de vossa alma e a utilizá-las. Todas as vozes da Natureza, todas as vozes do espaço vos bradam: “Levantai-vos e marchai! Apressai- vos para a conquista de vossos destinos!”





A todos vós que vergais ao peso da vida, que, julgando-vos sós e fracos, vos entregais à tristeza, ao desespero, ou que aspirais ao nada, venho dizer: “O nada não existe; a morte é um novo nascimento, um encaminhar para novas tarefas, novos trabalhos, novas colheitas; a vida é uma comunhão universal e eterna que liga Deus a todos os seus filhos.”





A vós todos, que vos credes gastos pelos sofrimentos e decepções, pobres seres aflitos, corações que o vento áspero das provações secou; Espíritos esmagados, dilacerados pela roda de ferro da adversidade, venho dizer-vos:





“Não há alma que não possa renascer, fazendo brotar novas florescências. Basta-vos querer para sentirdes o despertar em vós de forças desconhecidas. Crede em vós, em vosso rejuvenescimento em novas vidas; crede em vossos destinos imortais. Crede em Deus, Sol dos sóis, foco imenso, do qual brilha em vós uma centelha, que se pode converter em chama ardente e generosa!





“Sabei que todo homem pode ser bom e feliz; para vir a sê-lo basta que o queira com energia e constância. A concepção mental do ser, elaborada na obscuridade das existências dolorosas, preparada pela vagarosa evolução das idades, expandir-se-á à luz das vidas superiores e todos conquistarão a magnífica individualidade que lhes está reservada.





“Dirigi incessantemente vosso pensamento para esta verdade: podeis vir a ser o que quiserdes. E sabei querer ser cada vez maiores e melhores. Tal é a noção do progresso eterno e o meio de realizá-lo; tal é o segredo da força mental, da qual emanam todas as forças magnéticas e físicas. Quando tiverdes conquistado esse domínio sobre vós mesmos, não mais tereis que temer os retardamentos nem as quedas, nem as doenças, nem a morte; tereis feito de vosso “eu” inferior e frágil uma alta e poderosa individualidade!”



LÉON DENIS. O PROBLEMA DO SER, DO DESTINO E DA DOR.

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

KARDEC

"Todos os indivíduos melhoram em um tempo mais ou menos longo, segundo sua vontade; mas enquanto são imperfeitos podem fazer o mal, como a água que não está depurada pode espalhar miasmasa nossa Terra é um dos pútridos e mórbidos. No estado de encarnação, depuram-se se fazem o que é preciso para



isso; no estado de Espíritos, sofrem as conseqüências do que fizeram ou não fizeram para se



melhorarem, conseqüências que sofrem também na Terra, uma vez que as vicissitudes da



vida, ao mesmo tempo, são expiações e provas. Todos esses Espíritos, mais ou menos bons,



quando estão encarnados, constituem a espécie humana, e, como



mundos menos avançados, nela se encontram mais maus Espíritos do que bons, eis porque



nela vemos tanto de perversidade. Façamos, pois, todos nossos esforços para não voltarmos



depois desta estação, e para merecermos ir 'repousarmos' num mundo melhor, num desses



mundos privilegiados onde o bem reina sem divisão, e onde não nos lembraremos de nossa



passagem neste mundo senão como um sonho mau."



ALLAN KARDEC - REVISTA ESPÍRITA OUTUBRO DE 1858

VINTE SERVIÇOS DO ESPIRITISMO

01 Integra você no conhecimento de sua posição e criatura eterna e responsável, diante da vida.


02 Expõe o sentido real das lições do Cristo e de todos os outros mentores espirituais da Humanidade, nas diversas regiões do Planeta.

03 Suprime-lhe as preocupações originárias do medo da morte provando que ela não existe.

04 Revela-lhe o princípio da reencarnação, determinando o porquê da dor e das aparentes desigualdades sociais.

05 Confere-lhe forças para suportar as maiores vicissitudes do corpo, mostrando a você que no instrumento físico nos reflete as condições ou necessidades do espírito.

06 Tranqüiliza você com respeito aos desajustes da parentela, esclarecendo que o lar recebe não somente os afetos, mas também os desafetos de existências passadas, para a necessária regeneração.

07 Demonstra-lhe que o seu principal templo para o culto da Presença Divina é a consciência.

08 Liberta-lhe a mente de todos os tabus em matéria de crença religiosa.

09 Elimina a maior parte das suas preocupações acerca do futuro além da morte.

10 Dá-lhe o conforto do intercâmbio com os entes queridos, depois de desencarnados.

11 Entrega-lhe o conhecimento da mediunidade.

12 Traça-lhe providências para o combate ou para a cura da obsessão.

13 Concede-lhe o direito à fé raciocinada.

14 Destaca-lhe o imperativo da caridade por dever.

15 Auxilia você a revisar e revalorizar os conceitos de trabalho e tempo.

16 Concede-lhe a certeza natural de que, se beneficiamos ou prejudicamos alguém, estamos beneficiando ou prejudicando a nós próprios.

17 Garante-lhe serenidade e paz diante da calúnia ou da crítica.

18 Ensina você a considerar adversários por instrutores.

19 Explica-lhe que, por maiores sejam as suas dificuldades exteriores, intimamente você é livre para melhorar ou agravar a própria situação.

20 Patenteia-lhe que a fé ilumina o caminho, mas ninguém fugirá da lei que manda atribuir a cada qual segundo as obras pessoais.


Essas são vinte das muitas bênçãos que o Espiritismo realiza em nosso favor. Será curioso que cada de nós pergunte a si mesmo o que estamos nós a fazer por ele.







Autor: André Luiz (espírito)

NÃO MERECEM

Guarde-se do mal e defenda-se dele com a realização do bem operante. O mal não merece consideração.


Há muito que fazer, valorizando a oportunidade de serviço que surge inesperada.

A intriga não merece a atenção dos seus ouvidos.

A injúria não merece o respeito da sua preocupação.

A ingratidão não merece o zelo da sua aflição.

O ultraje não merece o seu revide verbalista.

A mentira não merece a interrupção das suas nobres tarefas.

A exasperação não merece o seu sofrimento.

A perseguição gratuita não merece a sua solicitude.

A maledicência não merece o alto-falante da sua garganta.

A inveja não merece o tempo de que você necessita para o trabalho nobre.



Os maus não merecem a sua inquietação.

Entregue-os ao tempo benfazejo.



Abra os braços ao dever, firme-se no solo do serviço, abrace-se à cruz da responsabilidade, recordando o madeiro onde expirou o Cristo e, em perfeita magnitude, desafie a fúria do mal.

O lídimo cristão é fiel servidor.





Você tem somente um amo a quem prestará contas: Jesus!



Preocupado com o que deve fazer, não pare a escutar os que não têm o que fazer ou nada querem fazer.

Transformando-se em antena viva da inspiração superior, registre o ensinamento evangélico do amor, no coração, viva-o na ação e prossiga sem medo.



Você sabe que em toda seara existem abelhas diligentes e marimbondos destruidores. Também, não ignora “que os maus por si mesmos se destroem”, como afirma a sabedoria popular.





Identifique no obstáculo o ensejo iluminativo e não se detenha.



Por essa razão, enquanto a ventania açoita, guarde a sua fé robusta e, sem dar atenção ao mal, esteja acautelado, porque, não descendo às ondas mentais dos maus, você paira inatingível nas vibrações superiores das Altas Potências da Vida. Doe amor e, assim, faça o bem, para que não venha “a responder por todo mal que haja resultado de não haver praticado o bem”.







Autor: Marco Prisco (espírito)

Psicografia de Divaldo Franco. Livro Legado Kardequiano

....................................

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

SEMPRE É BOM LEMBRAR !


CAROS AMIGOS, ESTÁ CHEGANDO O GRANDE DIA:




No dia 3 de Setembro poderemos, finalmente, ver a obra de André Luiz nas telas de cinema. 
 


 
Baseado na obra de Chico Xavier, o filme Nosso Lar conta a historia do próprio André Luiz, médico bem sucedido que, após sua morte, acorda no mundo espiritual. Ele não pertence mais ao mundo dos vivos e novas lições e conhecimentos surgem em seu caminho. Enquanto aprende como é a vida em outra dimensão e anseia em voltar a terra e rever seus parentes, André Luiz descobre a grande verdade: a vida continua para todos.
 
 
Além do conhecido ator de peças espíritas Renato Prieto, o elenco conta também com profissionais de peso da dramaturgia nacional como Ana Rosa, Werner Schünemann, Othon Bastos, Paulo Goulart e Inez Vianna.
 
 
Nosso Lar conta com uma equipe formada por grandes nomes internacionais como o compositor Philip Glass, o diretor de fotografia Ueli Steiger e a empresa de efeitos visuais Intelligent Creatures, e é coproduzido e distribuído pela Fox Film do Brasil.
 
Não perca a oportunidade de ver essa linda história nas telas do cinema!

PALESTRA DE JESUS


Prezados irmãos,
Que a Paz do Amado Mestre Jesus nos envolva hoje e sempre.

Podemos perceber, no trecho abaixo, as luminíferas palavras de Jesus aos dedicados espíritos que pregaram a Sua mensagem e por ela desencarnaram. Nessas palavras miríficas, podemos constatar a vinda do Espiritismo e a transformação do planeta para mundo de Regeneração.




"Depois de alguns dias de emoções suaves e carinhosas, todos os Espíritos, reunidos naquela paisagem luminosa, se prepararam para receber a visita do Senhor, como quando da sua divina presença na
bucólica moldura da Galileia. Num dia de rara e indefinível beleza, em que uma claridade de cambiantes divinos entornava saboroso mel de alegria em todos os corações, descia o Cordeiro de Deus da esfera superior de suas glórias sublimes e, tomando a palavra naquele cenáculo de maravilhas, recordava as suas inesquecíveis pregações junto às águas tranqüilas do pequeno 'mar" da Galileia. De modo algum se poderia traduzir fielmente, na Terra, a beleza nova da sua palavra eterna, substância de todo o amor, de toda a verdade e de toda a vida, mas constitui para nós um dever, neste escorço, lembrar a sua ilimitada sabedoria, ousando reproduzir, imperfeitamente e de leve, a essência de sua lição divina naquele momento inesquecível.
Figurava-se, a todos os presentes, a cópia fiel dos quadros graciosos e claros do Tiberíades. A palavra do Mestre derramava-se no ádito das almas, com sonoridades profundas e misteriosas, enquanto de seus olhos vinha a mesma vibração de misericórdia e de serena majestade.

- 'Vinde a mim, vós todos que semeastes, com lágrimas e sangue, na
vinha celeste do meu reino de amor e verdade!...
Nas moradas infinitas do Pai, há luz bastante para dissipar todas as
trevas, consolar todas as dores, redimir todas as iniquidades...
Glorificai-vos, pois, na sabedoria e no amor de Deus Todo- Poderoso, vós que já sacudistes o pó das sandálias miseráveis da carne, nos sacrifícios purificadores da Terra! Uma paz soberana vos aguarda, para sempre, no reino dilatado e sem fim, prometido pelas divinas aleluias da Boa Nova, porque não alimentastes outra aspiração no mundo, senão a de procurar o reino de Deus e de sua justiça.
Entre a Manjedoura e o Calvário, tracei para as minhas ovelhas o eterno e luminoso caminho... O Evangelho floresce, agora, como a seara imortal e inesgotável das bênçãos divinas. Não descansemos, contudo, meus amados, porque tempo virá na Terra, em que todas as suas lições hão-de ser espezinhadas e esquecidas... Depois de longa era de sacrifícios para consolidar-se nas almas, a doutrina da redenção será chamada a
esclarecer o governo transitório dos povos; mas o orgulho e a ambição, o despotismo e a
crueldade hão-de reviver os abusos nefandos de sua liberdade! O culto antigo, com as suas ruínas pomposas, buscará restaurar os templos abomináveis do bezerro de ouro. Os preconceitos religiosos, as castas
clericais e os falsos sacerdotes restabelecerão novamente o mercado das coisas sagradas, ofendendo o amor e a sabedoria de Nosso Pai, que acalma a onda minúscula no deserto do mar, como enxuga a mais
recôndita lágrima da criatura, vertida no silêncio de suas orações ou na dolorosa serenidade de sua amargura indizível!...
Soterrando o Evangelho na abominação dos lugares santos, os abusos religiosos não poderão, todavia, sepultar o clarão de minhas verdades, roubando-as ao coração dos homens de boa vontade!...
Quando se verificar este eclipse da evolução de meus ensinamentos, nem por isso deixarei de amar intensamente o rebanho das minhas ovelhas tresmalhadas do aprisco!...
Das esferas de luz que dominam todos os círculos das atividades terrestres, caminharei com os meus rebeldes tutelados, como outrora entre os corações impiedosos e empedernidos de Israel, que escolhi, um
dia, para mensageiro das verdades divinas entre as tribos desgarradas da imensa família humana!...
Em nome de Deus Todo-Poderoso, meu Pai e vosso Pai, regozijo-me aqui convosco, pelos galardões espirituais que conquistastes no meu reino de paz, com os vossos sacrifícios abençoados e com as vossas renúncias purificadoras! Numerosos missionários de minha doutrina ainda tombarão, exânimes, na arena da impiedade, mas hão-de constituir convosco a caravana apostólica, que nunca mais se dissolverá,
amparando todos os trabalhadores que perseverarem até ao fim, no longo caminho da salvação das almas!...

Quando a escuridão se fizer mais profunda nos corações da Terra, determinando a utilização de todos os progressos humanos para o extermínio, para a miséria e para a morte, derramarei minha luz sobre toda a carne e todos os que vibrarem com o meu reino e confiarem nas minhas promessas, ouvirão as nossas
vozes e apelos santificadores!...

Pela sabedoria e pela verdade, dentro das suaves revelações do Consolador, meu verbo se manifestará novamente no mundo, para as criaturas desnorteadas no caminho escabroso, através de vossas lições, que se perpetuarão nas páginas imensas dos séculos do porvir!...
Sim! amados meus, porque o dia chegará no qual todas as mentiras humanas hão de ser confundidas pela claridade das revelações do céu. Um sopro poderoso de verdade e vida varrerá toda a Terra, que pagará,
então, à evolução dos seus institutos, os mais pesados tributos de sofrimentos e de sangue... Exausto de receber os fluidos venenosos da ignomínia e da iniquidade de seus habitantes, o próprio planeta protestará
contra a impenitência dos homens, rasgando as entranhas em dolorosos cataclismos. .. As impiedades terrestres formarão pesadas nuvens de dor que rebentarão, no instante oportuno, em tempestades de lágrimas na face escura da Terra e, então, das claridades da minha misericórdia,
contemplarei meu rebanho desditoso e direi como os meus emissários: Ó
Jerusalém, Jerusalém?...

Mas Nosso Pai, que é a sagrada expressão de todo o amor e sabedoria, não quer se perca uma só de suas criaturas, transviadas nas tenebrosas sendas da impiedade!...
Trabalharemos com amor, na oficina dos séculos porvindouros, reorganizaremos todos os elementos destruídos, examinaremos detidamente todas as ruínas buscando o material passível de novo aproveitamento e, quando as instituições terrestres reajustarem a sua vida na fraternidade e no bem, na paz e na justiça, depois da seleção natural dos Espíritos e dentro das convulsões renovadoras da vida planetária, organizaremos para o mundo um novo ciclo evolutivo, consolidando, com as divinas verdades do Consolador, os progressos
definitivos do homem espiritual'.

A voz do Mestre parecia encher os âmbitos do próprio Infinito, como se Ele a lançasse, qual baliza divina do seu amor, no ilimitado do espaço e do tempo, no seio radioso da Eternidade.
Terminando a exposição de suas profecias augustas, sua figura sublimada elevava-se às Alturas, enquanto um oceano de luz azulada, de mistura aos sons de melodias divinas e incomparáveis, invadia aqueles domínios espirituais, com as tonalidades cariciosas das safiras terrestres. Todos os presentes, genuflexos na sua doce emoção, choravam de reconhecimento e alegria, enchendo-se de santificada coragem para as elevadas tarefas que lhes competia levar a efeito, no curso incessante dos séculos. Flores de maravilhoso azul-celeste choviam do Alto sobre todas as frontes, desfazendo-se, todavia, ao tocarem nas delicadas substâncias que formavam o solo daquela paisagem; de soberana harmonia, como se fossem lírios fluidicos, de perfumada neblina".

Trecho do Livro HÁ DOIS MIL ANOS, DE EMMANUEL (ESPÍRITO),
PSICOGRAFADO POR FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER.

ALERTA!!


Este alerta está colocado na porta de um espaço terapêutico. 
O resfriado escorre quando o corpo não chora. 
A dor de garganta entope quando não é possível comunicar as aflições. 
O estômago arde quando as raivas não conseguem sair. 
O diabetes invade quando a solidão dói. 
O corpo engorda quando a insatisfação aperta. 
A dor de cabeça deprime quando as duvidas aumentam. 
O coração desiste quando o sentido da vida parece terminar. 
A alergia aparece quando o perfeccionismo fica intolerável. 
As unhas quebram quando as defesas ficam ameaçadas. 
O peito aperta quando o orgulho escraviza.
A pressão sobe quando o medo aprisiona. 
As neuroses paralisam quando a criança interna tiraniza.
 
A febre esquenta quando as defesas detonam as fronteiras da imunidade.
 
Preste atenção!

LANÇAMENTO DE LIVRO EM SP

BOM DIA!!




Nosso querido irmão Ariovaldo César Júnior lancará seu livro "A Escolha", de autoria do Espírito Florisbela de Assis, na 21ª. Bienal do Livro em São Paulo nos dias 20, 21 e 22-08-2010, das 15 às 20 horas. e Será no estande ADELER, Editora Mythos.
Indubitavelmente, mais uma obra mirífica. Quem puder lá estar, não deixe de comparacer. Quem não puder, desejamos que adquira a obra.

Fiquem com DEUS

A PALAVRA


"No mundo espiritual aprendi que a palavra é uma das maiores forças do universo. Falando, Jesus elucidou e confortou de tal modo que dividiu a história da Terra entre antes e depois Dele. Falando, muitos encarnados e desencarnados esclarecidos e com o coração cheio de amor esclarecem e consolam uma multidão infinita dos dois lados da vida".

 André Luiz (espírito), psicografia de Francisco Cândido Xavier. Livro: Sexo e Destino. 



IMPORTANTE LEMBRETE.

Existem três coisas que não têm volta: a flecha lançada, a palavra falada e a oportunidade perdida. Uma vez que a palavra é pronunciada, não há maneira de fazer com que ela retorne.
Lembremo-nos de que uma vez dita a palavra, ela foge ao nosso controle.
Pensemos bem antes de falar, porque mesmo que não possamos fazer com que a palavra volte, teremos que responder por ela.

Redação do Momento Espírita, com base no cap. Palavra, 
do livro Seara dos médiuns, pelo Espírito Emmanuel, psicografia 
de Francisco Cândido Xavier, ed. Feb e no cap. 14, do livro 
A carta de Tiago, de L. Palhano Jr., ed. Fráter.
Em 17.08.2010.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

SÁBADO - 11 DE SETEMBRO AO VIVO !

ESTUDO: EVANGELHO E MEDIUNIDADE.

O EVENTO SERÁ TRANSMITIDO AO VIVO NO SITE:

http://www.uemmg.org.br/

A PARTIR DAS 9HS DA MANHÃ ( EVANGELHO À LUZ DA DOUTRINA ESPÍRITA) COM INTERVALO ÀS 12HS.
À TARDE:
13:30 ÀS 14:45 - ANIMISMO
15;15 ÀS 16:30 - FIDELIDADE DOUTRINÁRIA

CARTA DE RECOMENDAÇÃO

Caríssimos irmãos,




Segue abaixo carta da nobre escritora Suely Caldas Schubert.

..................................................................................................................................



Em reunião extra realizada em SP, na quinta feira dia 12, o filme NOSSO LAR foi apresentado em pré-estreia, para a diretoria da FEB (Federação Espírita Brasileira), comovendo a todos pela beleza e elevada concepção com que o livro foi adaptado para chegar às telas.

Vários esclarecimentos foram prestados pelo Nestor e por outras pessoas.

Foi enfatizado o seguinte:

IMPORTANTE


Para a FOX, que produziu o filme, o que interessa é a bilheteria. Se esta for um sucesso o filme será levado para o exterior. E para que isto se concretize o MAIS IMPORTANTE É A PRIMEIRA SEMANA, a segunda será a

continuidade da primeira, mas para fins de estatística o que prepondera é a PRIMEIRA.
Portanto foi recomendado que os espíritas divulguem isto:

VAMOS LOGO NA PRIMEIRA SEMANA EM MAIOR NÚMERO POSSÍVEL.

Outro ponto importantíssimo são as sessões extras, que é o seguinte:

Um grande grupo de pessoas combina com a direção de um dos cinemas uma sessão extra, por exemplo, domingo pela manhã. Se isto acontecer chama a atenção e repercute muitíssimo.

Às vezes a gente pensa em não ir à primeira semana devido às filas, mas devemos fazer um esforço.
Vamos aos cinemas, enfrentemos as filas, afinal Chico Xavier atendeu às filas por mais de 50 anos, de pé enquanto suportou, depois sentado, e assim foi, como sabemos.

É importante comparecer.


Abraços.

Suely Caldas Schubert

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

lindo vídeo

video

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

APONTAMENTOS PARA A PAZ



1º Aprenda a desculpar infinitamente para que os seu erros, à frente dos outros, sejam esquecidos e perdoados.

2º Cale-se, diante do escárnio e da ofensa, sustentando o silêncio edificante, capaz de ambientar-lhe a palavra fraterna em momento oportuno.

3º Não cultive desafetos, recordando que a aversão por determinada criatura é, quase sempre, o resultado da aversão que lhe impuseste.

4º Não permita que o egoísmo e a vaidade, o orgulho e a discórdia se enraízem no seu coração, lembrando que toda a idéia de superstimação dos próprios valores é adubo nos espinheiros da irritação e do ódio.

5º Perante o companheiro que se rendeu às tentações de natureza inferior, deixe que a compaixão lhe ilumine os pontos de vista, pensando que, em outras circunstâncias, poderia você ocupar-lhe a indesejável situação e o lugar triste.

6o Não erga a sua voz demasiado e nem tempere a sua frase com fel para que a sua palavra não envenene as chagas do próximo.

7º Levante-se, cada dia, com a disposição de servir sem a preocupação de ser servido, de auxiliar sem retribuição e cooperar sem recompensa, para que a solidariedade espontânea te favoreça com os créditos e recursos da simpatia.

8º Esqueça a calúnia e a maledicência, a perversidade e as aflições que lhe dilaceram a alma, entendendo nas dores e obstáculos do mundo as suas melhores oportunidades de redenção.

9º Lembre-se de que os seus credores estão registrando a linguagem de seus exemplos e perdoar-lhe-ão as faltas e os débitos, à medida que você se fizer o benfeitor desinteressado de muitos.

10º Não julgue que o serviço da paz seja mero problema da boca mas, sim, testemunho de amor renúncia, regeneração e humildade da própria vida, porque, somente ao preço de nosso próprio suor, na obra do bem, é que conseguiremos reconciliar-nos, mais depressa, com os nossos adversários, segundo a lição do Senhor.

Se vos internardes pelo terreno baldio da queixa, em breve, vos achareis mergulhados no charco de compridos lamentações.


Autor: André Luiz (espírito)

domingo, 8 de agosto de 2010

DIA DOS PAIS.

BEM, É DIA DOS PAIS!

PARABÉNS A TODOS PAIS, FILHOS E MÃES.
UÉ? MAS NÃO É O "DIA DOS PAIS"??
SIM, MAS PAI NÃO SERIA PAI SE NÃO TIVESSE FILHOS E POR CONSEGUINTE  MÃE, ENTÃO
OUSO DIZER QUE HOJE É O DIA DA FAMÍLIA!!
ALIÁS, TODO DIA É DIA DA FAMÍLIA, NÃO ACHAM?
TUDO BEM, O COMÉRCIO TEM O DIREITO DE VENDER PARA  SUSTENTAR SEU NEGÓCIO, SUA FAMÍLIA, ETC,ETC...
MAS PARA ESTE AMIGO DE VOCES, TODO DIA É MEU DIA,TODO DIA É DIA DA CRIANÇA, TODO DIA É DIA DAS MÃES.
VEJAM BEM, DESDE QUE NASCERAM MINHAS FILHAS, ME TORNEI MUITO IMPORTANTE.
MINHAS RESPONSABILIDADES AUMENTARAM, MAS MINHA FELICIDADE AUMENTOU MUIIITO MAIS.
APRENDÍ A AMAR DE UM JEITO DIFERENTE E MUITAS OUTRAS COISINHAS, COMO POR EXEMPLO, TROCAR FRALDAS, EXPLICAR ARITMÉTICA, ETCC......
NOSSA, JÁ SE PASSARAM ANOS ( MINHA CAÇULA FAZ 24 NESTE MÊS), MAS ENQUANTO DIGITO, ME LEMBRO DE CENAS MARAVILHOSAS, ENGRAÇADAS E EMOCIONANTES.
QUANTA SAUDADE, MAS ELAS TINHAM QUE CRESCER, EVOLUIR, CUIDAR DA PRÓPIA VIDA E SERIA MUITO EGOÍSMO DE MINHA PARTE QUERER TRANCÁ-LAS NO TEMPO DE MINHAS LEMBRANÇAS.
HOJE É DIA DOS PAIS....QUE NADA!!
SEMPRE FOI DIA DOS PAIS, REPITO, PORQUE QUEM TEM FILHOS, SABE QUE O AMOR, MESMO QUE À DISTANCIA, É E SEMPRE SERÁ O MAIOR PRESENTE QUE UM FILHO PODE DAR AO PAI, À MÃE, ENFIM, À FAMÍLIA.
ENTÃO, HOJE É DIA DA FAMÍLIA!
REUNAM-SE, SE PUDEREM, COMEMOREM, SORRIAM, BRINDEM " À FAMÍLIA" E NUNCA SE ESQUEÇAM DE DIZER:

                                            EU TE AMO !

DICA

BOM DIA, MEUS AMIGOS.

GOSTARIA DE REPASSAR A VOCES UMA PROMOÇÃO DO JORNAL
" FOLHA ESPÍRITA ".

A ASSINATURA ESTÁ BEM BARATINHA:
 VERSÃO IMPRESSA: R$39,00 DIV. EM 3 VEZES
 VERSÃO ONLINE: R$29,00 DIV. EM 3 VEZES.

O QUE VOCES ACHARAM?

PELO PREÇO DE UM LANCHE EM ALGUM FASTFOOD, VOCE PODE TER INFORMAÇÕES
VALIOSAS EM SUA CASA.

BOM DOMINGO.

CONVERSÃO...VALE À PENA LER.

Revista Espírita, janeiro de 1858

Allan Kardec

A evocação seguinte não oferece um interesse menor, embora em um outro ponto de vista.
Um senhor, que designaremos sob o nome de Georges, farmacêutico de uma cidade do sul,
tinha, há pouco, perdido seu pai, objeto de toda a sua ternura e de profunda veneração. O
senhor Georges, pai, unia, a uma instrução muito extensa, todas as qualidades que fazem o
homem de bem, embora professando opiniões muito materialistas. Seu filho partilhava, a
esse respeito, e mesmo ultrapassava, as idéias de seu pai; duvidava de tudo: de Deus, da
alma, da vida futura. O Espiritismo não poderia admitir com tais pensamentos. A leitura de O
Livro dos Espíritos, entretanto, produziu nele uma certa reação, corroborada por uma
conversa direta que tivemos com ele. Sim, disse ele, meu pai poderia responder, não duvido
mais. Foi, então, que teve lugar a evocação que vamos narrar e na qual encontraremos mais
de um ensinamento.
- Em nome do Todo-Poderoso, Espírito de meu pai, peço que vos manifesteis. Estais perto de
mim?." Sim." - Por que não vos manifestais diretamente a mim, quando nos amamos tanto?
"Mais tarde." - Poderemos nos reencontrar um dia?>"Sim, logo." - Amar-nos-emos como
nessa vida?.. "Mais." - Em qual meio estais?. "Eu sou feliz." - Estais reencarnado ou errante?.
"Errante, por pouco tempo."
- Que sensação experimentastes quando deixastes vosso envoltório corporal? "De
perturbação." - Quanto tempo durou essa perturbação? "Pouco para mim, muito para ti." -
Podeis avaliar a duração dessa perturbação, segundo a nossa maneira de contar? "Dez anos
para ti, dez minutos para mim." - Mas não faz esse tempo que vos perdi, pois, não faz senão
quatro meses! "Se tu, vivente, tivésseis se colocado em meu lugar, teria sentido esse tempo."
- Credes, agora, em um Deus justo e bom? "Sim." - Nele acreditáveis quando vivo na Terra?
"Dele tinha a presciência, mas não acreditava nele." Deus é Todo-Poderoso! "Não me elevei
até ele para medir sua força; só ele conhece os limites da sua força, porque só ele é seu
igual." - Ocupas-te com os homens? "Sim." -Seremos punidos ou recompensados segundo os
nossos atos? "Se fazes o mal, sofrê-lo-ás." - Serei recompensado se fizer o bem? "Avançarás
em teu caminho." - Estou no bom caminho? "Faze o bem, e nele estarás." - Creio ser bom,
mas seria melhor se devesse, um dia, vos encontrar como recompensa? "Que esse
pensamento te sustente e encoraje." - Meu filho será bom como seu avô? "Desenvolva suas
virtudes, sufoque seus vícios."
- Não podia crer que nos comunicássemos, assim, neste momento, tão maravilhoso isso me
parecia. "De onde vem tua dúvida?" - De que, partilhando vossas opiniões filosóficas, fui
levado a tudo atribuir à matéria. "Vês à noite, o que vês de dia?" - Estou, pois, na noite, ó
meu pai! "Sim." - Que vedes de mais maravilhoso? "Explique-se melhor." - Haveis
reencontrado minha mãe, minha irmã, e Anna, a boa Anna? "Eu as revi." - Vede-as quando
quereis? "Sim."
- É a vós penoso ou agradável que me comunique, assim, convosco? "É uma felicidade, para
mim, se posso levar-te ao bem."

- Como poderia fazer, voltando para casa, para comunicar convosco, o que me faz tão feliz?
Isso serviria para melhor me conduzir, me ajudaria melhor a elevar meus filhos. "Cada vez
que um movimento levar-te ao bem, sou eu: serei eu que te inspirarei."
- Tenho medo de vos importunar. "Fale, ainda, sé queres." -Uma vez que mo permitis, vos
endereçarei, ainda, algumas perguntas. De qual doença morrestes? "Minha prova estava em
seu final."
- Onde contraístes o depósito pulmonar que se formou? "Pouco importa; o corpo não é nada,
o Espírito é tudo." - De qual natureza é a enfermidade que me desperta, tão freqüentemente,
à noite? "Sabê-lo-ás mais tarde." - Creio que minha doença é grave, e queria, ainda, viver
para os meus filhos. "Ela não o é; o coração do homem é uma máquina para a vida: deixe a
Natureza operar."
- Uma vez que estais presente, sob que forma estais? "Sob a aparência da minha forma
corporal." - Estais em um lugar determinado? "Sim, atrás de Ermance" (o médium). -
Poderíeis nos aparecer visivelmente? "Para quê! Teríeis medo."
- Vede-nos, todos, aqui reunidos? "Sim." - Tendes uma opinião sobre cada um de nós, aqui
presentes? "Sim." - Gostaria de dizer-nos alguma coisa, a cada um de nós? "Em que sentido
me fazes essa pergunta?" - Quero dizer no ponto de vista moral. "Em outra ocasião; basta
por hoje."
O efeito produzido, sobre o senhor Georges, por essa comunicação, foi imenso, e uma luz
inteiramente nova parecia já iluminar suas idéias; uma sessão que teve, no dia seguinte, com
a senhora Roger, sonâmbula, acabou por dissipar o pouco de dúvidas que poderia lhe restar.
Eis um extrato a carta que nos escreveu, a esse respeito. "Essa senhora, espontaneamente,
entrou em detalhes comigo, bastante precisos, com respeito ao meu pai, minha mãe, meus
filhos, minha saúde, descreveu com uma tal exatidão todas as circunstâncias da minha vida,
lembrando mesmo de fatos que, desde há muito tempo, haviam escapado da minha
memória; deu-me, em uma palavra, provas tão patentes dessa maravilhosa faculdade, da
qual são dotados os sonâmbulos lúcidos, que a reação de idéias se completou, em mim,
desde esse momento. Na evocação, meu pai revelou-me sua presença; na sessão
sonambúlica, eu era, por assim dizer, testemunha ocular da vida extra-corpórea, da vida da
alma. Para descrever com tanta minúcia e exatidão, e a duzentas léguas de distância, o que
não era conhecido senão por mim, era preciso vê-lo; ora, uma vez que não podia ser com os
olhos do corpo, haveria, pois, um laço misterioso, invisível, que ligava a sonâmbula às
pessoas e às coisas ausentes, e que ela não havia jamais visto; haveria, pois, alguma coisa
fora da matéria; que poderia ser essa alguma coisa, senão o que se chama a alma, o ser
inteligente, cujo corpo não é senão o envoltório, mas, cuja ação se estende muito mais além
da nossa esfera de atividade?" Hoje, o senhor Georges, não somente não é mais materialista,
mas é um dos mais fervorosos e mais zelosos adeptos do Espiritismo, onde está duplamente
feliz, pela confiança que lhe inspira, agora, o futuro e pelo prazer motivado que encontra para
fazer o bem.

Essa evocação, muito simples ao primeiro contato, não é menos notável com mais algumas
apreciações. O caráter do senhor Georges, pai, se reflete em suas respostas breves e
sentenciosas, que eram de seus hábitos; falava pouco, não dizia, nunca, uma palavra inútil;
mas, não é mais o cético quem fala; reconhece seu erro; seu Espírito é mais livre, mais
clarividente, que pinta a unidade e o poder de Deus por estas admiráveis palavras: Só ele é
seu igual', é aquele que, em vida, atribuía tudo a matéria, e que diz, agora: O corpo não é
nada, o Espírito é tudo; e esta outra frase sublime: Vês à noite o que vês de dia? Para o
observador atento, tudo tem uma importância, e é assim que encontra, a cada passo, a
confirmação das grandes verdades ensinadas pelos Espíritos.

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

MENSAGEM DO DIA

"Considera o que te digo, porque o Senhor te dará entendimento em tudo".- Paulo. II TIMÓTEO. 2:7.


Ante a exposição da verdade, não te esquives à meditação sobre as luzes que recebes.
Quem fita o céu, de relance, sem contemplá-lo, não enxerga as estrelas; e quem ouve uma sinfonia, sem abrir-lhe a acústica da alma, não lhe percebe as notas divinas.
Debalde escutarás a palavra inspirada de pregadores ardentes, se não descerrares o coração para que o teu sentimento mergulhe na claridade bendita daquela.
Inúmeros seguidores do Evangelho se queixam da incapacidade de retenção dos ensinos da Boa Nova, afirmando-se ineptos à frente das novas revelações, e isto porque não dispensam maior trato à lição
ouvida, demorando-se longo tempo na província da distração e da leviandade.
Quando a câmara permanece sombria, somos nós quem desata o ferrolho à janela para que o sol nos visite.
Dediquemos algum esforço à graça da lição e a lição nos responderá com as suas graças.
O apóstolo dos gentios é claro na observação. "Considera o que te digo, porque, então, o Senhor te dará entendimento em tudo." 
Considerar significa examinar, atender, refletir e apreciar.
Estejamos, pois, convencidos de que, prestando atenção aos apontamentos do Código da Vida Eterna, o Senhor, em retribuição à nossa boa-vontade, dar-nos-á entendimento em tudo.

EMMANUEL (ESPÍRITO) / PSICOGRAFIA DE FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER. LIVRO: FONTE VIVA

FORUM DA JUVENTUDA ESPÍRITA EM PERNAMBUCO

No dia 22 de agosto ocorre o 4º Fórum de Juventude Espírita de Pernambuco, na sede da Federação Espírita Pernambucana, em Recife. Serão palestrantes Humberto Vasconcelos Júnior e Xerxes Luna. Mais informações: www.federacaoespiritape.org

MEMÓRIAS DE UM SUICIDA NA FEB

Ocorrerá no dia 15 de agosto, das 9h às 12h, o Seminário sobre o livro “Memórias de um Suicida”, de Yvonne Pereira, ministrado por Sandra Ventura, no auditório da Federação Espírita Brasileira, no Prédio Unificação, em Brasília. Participe: www.febnet.org.br 

FÓRUM DE UNIÃO E UNIFICAÇÃO

 A Academia da Polícia Civil de Santa Catarina, em Florianópolis receberá nos dias 14 e 15 de agosto, o Fórum de União e Unificação. Promovido pela Federação Espírita Catarinense, tem o objetivo de tratar os rumos do Espiritismo em Santa Catarina, abrindo canais de diálogo franco, troca de experiências e parcerias. São convidados os presidentes e os dirigentes espíritas para juntos somarem esforços em busca de novos horizontes para o Movimento Espírita.
Mais informações: www.fec.org.br

A CURA DO SER

 Com promoção da Federação Espírita do Rio Grande do Sul juntamente com outras instituições, será realizado, no dia 7 de agosto, o Seminário intitulado “A Cura do Ser: Consciência, Espiritualidade e Saúde”. O Instituto Espírita Amigo Germano receberá o evento que contará com abordagem de subtemas como “Espiritismo e Sexualidade”, “Culto ao corpo e pós-modernidade”, “Mediunidade a serviço do bem”, “Obsessão: Causa e Tratamento”, entre outros. Entre os conferencistas, Sérgio Lopes e Marlene Nobre.
Informações: www.fergs.org.br 

PRINCÍPIOS SOB A ÓTICA ESPÍRITA

A recém fundada Associação Jurídico-Espírita de Alagoas (AJE-AL) promove o 1º Congresso Jurídico-Espírita de Alagoas, que será realizado em Maceió, nos dias 20 e 21 de agosto, no Senai. Com o tema principal “Os Princípios da Liberdade, Igualdade e Fraternidade sob a Ótica Espírita”, o evento pretende examinar diversos fenômenos sociais, especialmente os jurídicos à luz do Espiritismo. As vagas são limitadas. Quem se interessar pode fazer inscrição pelo site:

HOMENAGEM A CHICO XAVIER NO RIO DE JANEIRO

Uma homenagem ao Centenário de Chico Xavier ocorrerá no dia 15 de agosto com promoção pelo Centro Espírita Joanna de Ângelis, da Barra da Tijuca (Rio de Janeiro). O evento “Encontro com Chico Xavier” contará com palestras de Antonio Cesar Perri de Carvalho, Arnaldo Rocha, José Raul Teixeira, Júlio Cesar de Sá Roriz, Plínio de Oliveira, Wagner de Assis, e tendo como apresentadores os atores Ana Rosa e Renato Prieto. O evento será realizado no Arouca Barra Clube.
Informações: www.cejabarra.org

TRIBUTO A CHICO XAVIER NA ONU

No dia 6 de agosto será realizado o evento "Tributo a Chico Xavier" num dos auditórios da ONU, em Nova York (EUA), em uma promoção da “United Nations Staff Recreation Council” (LNSRC) e “Society for Enlightenment And Transformation” (SEAT).
Na oportunidade será apresentado DVD do filme Chico Xavier, seguido de uma mesa redonda com convidados, inclusive, diretores da FEB e do Conselho Espírita Internacional.    

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

NOTÍCIAS

A Associação Médico-Espírita de Minas Gerais promove de 27 a 29 de agosto o V Congresso de Saúde e Espiritualidade de MG, no auditório do Colégio Monte Calvário (ver matéria acima). O evento reúne médicos, psicólogos e homeopatas que vão desenvolver temas variados dentro da proposta temática. A abertura fica a cargo de Roberto Lúcio Vieira, da AMEMG, que trata da Contribuição de André Luiz para o despertar da consciência e o encerramento será realizado por Andrei Moreira, em torno do tema A vida e os exemplos do homem e do médium Chico Xavier. Maiores informações, no site http://amemg.com.br.

terça-feira, 3 de agosto de 2010

SOCORRO OPORTUNO

Sensibiliza-te diante do irmão positivamente obsidiado e esmera-te em ofertar-lhe o esclarecimento salvador com que a Doutrina Espírita te favorece.

Bendito seja o impulso que te leva a socorrer semelhante doente da alma; entretanto, reflete nos outros, os que se encontram nas últimas trincheiras da resistência ao desequilíbrio espiritual.

Por um alienado que se candidata às terapias do manicômio, centenas de fronteiriços da obsessão renteiam contigo na experiência cotidiana. Desambientados num mundo que ainda não dispõe de recursos que lhes aliviem o íntimo atormentado, esperam por algo que lhes pacifiquem as energias, à maneira de viajores tresmalhados nas trevas, suspirando por um raio de luz. . . Marchavam resguardados na honestidade e viram-se lesados a golpes de crueldade, mascarada de inteligência; abraçaram tarefas edificantes e foram espancados pela injúria, acusados de faltas que jamais seriam capazes de cometer; entregaram-se, tranqüilos, a compromissos que supuseram inconspurcáveis e acabaram espezinhados nos sonhos mais puros; edificaram o lar, como sendo um caminho de elevação, e reconheceram-se, dentro dele, à feição de prisioneiros sem esperança; criaram filhos, investindo em casa toda a sua riqueza de ideal e ternura, na expectativa de encontrarem companheiros abençoados para a velhice, e achar am-se relegados a extremo abandono; saíram da juventude, plenos de aspirações renovadoras e toparam enfermidades que lhes atenazam a vida. . . E, com eles, os que se acusam desajustados, temos ainda os que vieram do berço em aflição e penúria, os que se emaranharam em labirintos de tédio, por demasia de conforto, os que esmorecem nas responsabilidades que esposaram e os que carregam no corpo dolorosas inibições. . . 

Lembra-te deles, os quase loucos de sofrimento, e trabalha para que a Doutrina Espírita lhes estenda socorro oportuno. Para isso, estudemos Allan Kardec, ao clarão da mensagem de Jesus Cristo, e, seja no exemplo ou na atitude, na ação ou na palavra, recordemos que o Espiritismo nos solicita uma espécie permanente de caridade – a caridade da sua própria divulgação. 


Espíritos Emmanuel e André Luiz

Livro: Estude e Viva, psicografia de Francisco Cândido Xavier e Waldo Vieira.

AOS MEMBROS

BOA TARDE, GENTE.

ANTES DE MAIS NADA, GOSTARIA DE AGRADECER A TODOS VOCES, POR ESTAREM AQUÍ NO NOSSO CANTINHO, MAS ESTOU UM POUCO PREOCUPADO PORQUE NÃO TENHO RECEBIDO COMENTÁRIOS OU SUGESTÕES PARA DEBATE E ESTUDO.

ESSE CANTINHO É NOSSO!!

FICO AGUARDANDO SUA POSTAGEM, OK?

FIQUEM COM DEUS.

ENCARNADOS E DESENCARNADOS

"A consciência tranquila pode ser um lago transparente e generoso onde as estrelas do céu noturno vêm bailar sem qualquer problema. Por isso, entre os filhos que guardam responsabilidade e sinceridade com o ideal, é muito fácil transitarmos e observarmos seus verdadeiros esforços na transformação, o que nos garante um entrosamento direto e fraterno, onde não temos segredos. Quanto aos outros, os que carregam a consciência enodoada pelas condutas íntimas não adequadas, imaginando-se bem escondidos pelo véu da invisibilidade, também dispomos de suas fichas individuais, não a título de bisbilhotice, mas, sim, como forma de supervisionarmos os seus passos, buscando evitar quedas mais graves ou comprometedoras. (...) Então, não se preocupe imaginando que sua privacidade está devassada pelas vistas dos seus amigos espirituais, no entanto, não se pode dizer o mesmo das entidades inferiores que convivem de maneira direta e incisiva, aceitos comos hóspedes, convidados ou comparsas e cúmplices. Esses espíritos inferiores, não só se colocam como apoiadores e estimuladores das mais vis fraquezas dos encarnados, como se justapõem a eles em todos os momentos de fruição e gozo que aceitam ter, nas diversas experiências físicas."

Ribeiro (espírito). Trecho do livro Herdeiros do Novo Mundo, de Lucius (espírito), psicografia de André Luiz Ruiz. 

A EVOLUÇÃO DE CADA UM

"Encarnados e desencarnados já estão sendo separados segundo suas vibrações específicas a fim de que a atmosfera humana não fique à mercê dos ataques da vasta horda da ignorância que se opõe aos nobres princípios representados pelo Cordeiro de Deus. Esforcem-se por entrar pela porta estreita e não descansem até que o consigam. Que a Paz de Jesus vos abasteça em todos os momentos da vida, sobretudo na hora difícil dos testemunhos que são o prenúncio da Alvorada da Esperança". 

Bezerra de Menezes (espírito). Trecho do livro Herdeiros do Novo Mundo, de Lucius (espírito), psicografia de André Luiz Ruiz. 

A PRECE



"Dirigido, pois, o pensamento para um ser qualquer, na Terra ou no espaço, de encarnado para desencarnado, ou vice-versa, uma corrente fluídica se estabelece entre um e outro, transmitindo de um ao outro o pensamento, como o ar transmite o som. A energia da corrente guarda proporção com a do pensamento e da vontade.
Pela prece, obtém o homem o concurso dos bons Espíritos que acorrem a sustentá-lo em suas boas resoluções e a inspirar-lhe idéias sãs. Ele adquire, desse modo, a força moral necessária a vencer as dificuldades e a volver ao caminho reto, se deste se afastou. Por esse meio, pode também desviar de si os males que atrairia pelas suas próprias faltas".

O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO, CAP. 27, ALLAN KARDEC.

MÉDIUM

"Reveste a tua mediunidade com a vibração superior da prece, alicerçando-a no estudo, na sadia moral, e usando-a a serviço da edificação de quantos sofrem. Exercita-a com disciplina e estuda-lhe a metodologia com as luzes da Doutrina Espírita, compreendendo que ela te é concedida por misericórdia de acréscimo de Nosso Pai, a fim de que o homem não se esqueça de que sempre, na vida, edificante e enobrecido deve ser o seu comportamento, fora ou mergulhado na carne". 

Joanna de Ângelis (espírito) / psicografia de Divaldo Franco. Livro: Luz Viva.

MÉDIUM

"O médim orador, cuja boca se enriquece de expressões sublimes, muitas vezes é um coração sensível ligado a compromissos e erros dos quais não se pôde libertar; o médium escrevente, por cujas mãos escorrem os pensamentos divinos compondo páginas consoladoras, quase sempre caminha sob sombras de angústias interiores sem forças para colocar a luz viva do Mestre na mente turbilhonada. O médium curador, que distende os recursos magnéticos da paz e da saúde, é, invariavelmente, alma em perigo entre as injunções de adversários impiedosos do mundo espiritual que lhe sitiam a casa íntima apedrejando-o com sofrimentos de todo jaez. O médium que enxerga através de percepção especial, na maioria das vezes, tem o olhos perturbados por visões cruéis que retraram seus dramas íntimos, fugindo de si mesmo, sem forças para continuar. 

Considera, assim, a mediunidade como meio de sublimação. Raros, somente raros médiuns trazem o superior mandato consigo. A quase totalidade, no entanto..." 

Joanna de Ângelis (espírito) / psicografia de Divaldo Franco. Livro: Dimensões da Verdade.