Total de visualizações de página

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Revista cristã de espiritismo

A edição 105 da Revista Cristã de Espiritismo está à venda nas bancas de todo o Brasil.
Nesta edição, resolvi escrever um artigo sobre a influência – cada vez maior – da internet nas relações sociais, neste período de grandes mudanças pelas quais a humanidade está passando.

Este é um assunto que pode ser aprofundando e debatido nos centros espíritas, onde o palestrante ou moderador do grupo pode usar alguns ensinamentos contidos na literatura espírita para ajudar na reflexão.

Allan Kardec foi um intelectual que estava “antenado” com as descobertas científicas e pensamentos do seu tempo. Nós, como pensadores, espíritas ou não, precisamos fazer o mesmo se não quisermos viver alienados. Precisamos estar conscientes, na medida do possível, da realidade social em que vivemos, sabendo usufruir da cultura sem sermos escravizados por ela.

Um dos pontos que eu abordei nesta matéria de capa é justamente o fato da internet possibilitar a todos uma liberdade quase total na escolha daquilo a que queremos ter acesso, inclusive, nos permitindo não apenas absorver informação, mas também publicá-la, nos tornando agentes e não simples receptores.

A partir do momento em que aumentamos a nossa influência na sociedade, alcançando um número maior de pessoas, a nossa participação no karma social será também maior.
Uma realidade onde a esfera de relações sociais alcança um nível global significa, para o espírito encarnado, um leque de possibilidades de experiências infinitamente maior do que nos séculos anteriores. E do que mais precisamos são as experiências; pelo menos no nosso atual estágio evolutivo. Elas oferecem as condições básicas para que o ser sinta a si mesmo, a partir da relação com o outro. Talvez não sejam a única via para o autoconhecimento, mas podem ser oportunidades valiosas se soubermos aproveitá-las.

Os grandes avanços da tecnologia que possibilitaram o surgimento da rede mundial de computadores não significam que avançamos, igualmente, no campo espiritual. O advento da Era digital e da internet, com sua realidade virtual – o cyberspace – e as interconexões de computadores podem abrir as portas para um desenvolvimento maior, nas futuras gerações, das capacidades parapsíquicas da alma, assim como, da aceitação da existência de uma realidade extrafísica. Mas isso já é assunto para um outro artigo...

Que possamos, com a internet, revolucionar a forma e a velocidade com que interagimos com as pessoas, sem abrirmos mão do contato pessoal e do calor humano.
Por fim, lembre-se que uma ferramenta é neutra em si mesma. Cabe a nós fazermos um uso saudável dela.

Quem preferir, pode comprar esta e outras edições da Revista Cristã de Espiritismo na livraria virtual do site.


www.rcespiritismo.com.br